Receita Federal apreende 4kg de “skunk” no Aeroporto Internacional de Belém

62

Durante as atividades de plantão fiscal do dia 5 de julho de 2017, a equipe da Receita Federal foi acionada pela companhia aérea Azul e também pela Polícia Federal para verificar a bagagem de passageiro proveniente de Santarém, voo nº 2656, com destino a Belém.

Na inspeção não invasiva realizada por equipamento de raio-x no Aeroporto de Santarém,  houve indícios de que o passageiro portava material orgânico em grande quantidade, havendo a suspeita de tratar-se de substância entorpecente, sendo que, por não haver equipe policial presente no referido aeroporto  para realizar a abordagem do suspeito in loco, foi solicitada pela companhia aérea apoio dos órgãos federais para a realização desse procedimento na chegada do voo à capital paraense.

Na chegada do voo a Belém, ao passar a bagagem do viajante pelo equipamento de raio-x da Alfândega da Receita Federal do Aeroporto Internacional de Belém, a suspeita foi confirmada, sendo detectados nos bens portados pelo suspeito quatro tabletes de material semelhante a maconha prensada, conhecida como “skunk”, perfazendo o  total de 4 kg (quatro quilos).

O passageiro tinha com destino final a cidade de Maringá, no Paraná, tendo sido preso em flagrante pela Polícia Federal e conduzido à sede do órgão para os procedimentos pertinentes. Superintendência da Receita Federal na 2ª Região Fiscal


SHARE