Polícia Civil inicia em Altamira cursos do projeto “Academia Itinerante”

113

A Polícia Civil iniciou ontem (24) os cursos de capacitação voltados ao aperfeiçoamento dos policiais civis que atuam na região do Xingu, no oeste do Pará. Mais de 40 profissionais que trabalham em Altamira e outros municípios da 11ª Região Integrada de Segurança Pública, participam, até o próximo sábado (29), dos cursos teóricos de Investigação Policial, Atividade de Inteligência e Direitos Humanos, além de atividades práticas de tiro, uso e manuseio de armamento. Os cursos fazem parte do projeto “Academia Itinerante”, que oferece aos policiais civis aperfeiçoamento em técnicas operacionais.

A coordenação é da Academia da Polícia Civil (Acadepol), em parceria com o Grupo de Pronto-Emprego (GPE), da Polícia Civil. No primeiro dia do curso, a delegada Marlise Tourão, diretora da Acadepol, e o delegado Vinicius Dias, titular da Superintendência Regional do Xingu, estiveram presentes no auditório da Seccional de Altamira, para a abertura do curso.

A delegada ministrou palestra sobre qualidade no atendimento ao público. Segundo Marlise Tourão, durante o curso, nas atividades práticas de tiro, os policiais civis serão habilitados a usar a nova arma adquirida pela Polícia Civil, a carabina CT 30, e ainda terão instruções com a atual arma usada pelo corporação, a pistola calibre ponto40.

A delegada ressaltou que as aulas sobre qualidade no atendimento ao público e direitos humanos, temas prioritários nos cursos, são obrigatórios em todo aprendizado sobre segurança pública. A meta da Acadepol é, até o final do primeiro semestre deste ano, capacitar todos os policiais civis do Pará.

Por Walrimar Santos

SHARE