Paulo Rocha denuncia escalada de violência no Pará

60

O senador Paulo Rocha (PT-PA) comentou, em discurso ontem (8), os números do Atlas da Violência 2017 que confirmam o Pará entre os cinco estados mais violentos do país. Ele acrescentou que, segundo a pesquisa realizada pelo Ipea, a cidade paraense de Altamira apresentou a maior taxa de crimes entre os maiores municípios brasileiros.

O senador atribuiu o resultado ao descaso e à impunidade, e sublinhou as implicações da criminalidade na saúde e no desenvolvimento econômico. Paulo Rocha também lamentou o elevado índice de homicídios entre jovens e criticou a política de educação do governo paraense, que considera “elitista e excludente”.

Ao analisar a crise política e econômica, Paulo Rocha pediu atenção para a responsabilidade do Legislativo na busca de soluções e declarou apoio à realização de eleições presidenciais diretas. Para ele, a saída de Michel Temer e sua substituição por um presidente eleito pelo povo resguardará a democracia. O senador paraense considera que, na história do Brasil, a consulta às urnas resultou em governos fortes e legítimos.

— A saída do nosso país não tem outro jeito, não tem milagre que não seja através da democracia. E, para poder recuperar e tirar o país da crise econômica e política, só eleições novas para eleger os nossos governantes — afirmou. AB

SHARE