Movimento grevista dos servidores estaduais não aceita proposta do Governo

143

Em assembleia geral nesta quarta-feira (19), os servidores estaduais decidiram manter a decisão de não aceitar a proposta feita pelo Governo do Estado de reajustar apenas o auxílio alimentação dos trabalhadores. Eles realizam desde terça-feira (18), uma paralisação iniciando um movimento grevista de todos os servidores do Estado.

Nesta quarta foi realizada uma assembleia na Praça da República, no centro de Belém. Representantes de 21 categorias discutiram os rumos do movimento. Entre as reivindicações dos servidores estão o reajuste salarial de 11,16% e o aumento do tíquete alimentação.

Mas uma reunião com representantes do Governo do Estado já sinalizou que não será possível dar o reajuste salarial. A proposta é um aumento no vale alimentação de 23,25%.

Os dirigentes dos sindicatos não concordaram com a proposta e prometeram aderir a uma paralisação nacional na próxima semana. “Os servidores públicos do estado que estão com salários congelados há dois anos e o Governo apresentou uma proposta de apenas R$ 100 no auxilio alimentação e isso não influi em nada para o trabalhador”, afirma Otoniel Araujo, representante do Sindicato dos Trabalhadores do Setor Agropecuário e Fundiário.

A Secretaria de Administração do Estado reforçou nesta quarta (19) que esse é o único reajuste possível de ser concedido em meio ao cenário de crise que atinge o país. As informações são do G1 Pará.

SHARE